Seu principal objetivo é o rastreamento de anomalias cromossômicas e de cardiopatias.

O exame pode ser realizado entre 11ª e 14ª semanas de gestação e inclui o estudo da anatomia fetal, a medida da translucência nucal, a avaliação da presença do osso nasal e da função cardíaca através do Doppler do Duto venoso e da Válvula Tricúspide.
É importante ressaltar que se trata de exame de rastreamento com alta sensibilidade mas não é  diagnóstico. Portanto um bebe com a translucência nucal aumentada pode não ter nenhum tipo de patologia ou Síndrome.
Uma alteração dos parâmetros analisados nessa fase serve para que tenhamos um acompanhamento mais diferenciado desse bebe e se necessário a realização da amniocentese ou da biopsia de vilo corial.
ultrassom morfologico 1 trimestre 1

Destaques